.
.

Para que eu possa *flo*rir*






.

11 comentários:

gaivotadourada22 disse...

Estás fadada ao Florir....pois és sementes de Poesia, querida Amiga! Este Poetrix é daqueles para Medalha de Ouro! v!v!v! Vc sabe que sou fã de carteirinha, né? Mas como não ser? Beijos Lê!

Chica disse...

Tu floresce ainda que não percebas guriazinha ! Um beijo e tudo de bom,chica

Larissa disse...

'Mentiras sinceras me interessam, me interessam!' Haha
Adorei.
Brigada por tantos elogios, pelo carinho! :*

meus instantes e momentos disse...

gosto do teu modo de escrever.
Gosto daqui.
Tenha um feliz final de semana.
Maurizio

Ellen Veloso Soares disse...

Muito criativa! Mas essa promessa "se mente" eu não iria querer!! ;o)

myra disse...

FANTASTICO!!!!!!!
estou adorando ter conhecido voce!
e um aplauso,
que bela foto alem das pocas e otimas palavras, como vc. diz tanto com poucas...

Gato Vadio disse...

Um espetáculo em três linhas! Superbe(ijo do amigo)! - Jorge.

Helena Chiarello disse...

Adoro esse poetrix!

Diana Pilatti disse...

Ahhh... esse é um dos eu preferidos *-*

Jussara Neves Rezende disse...

Perfeito! Amei, amei, amei!
Helena, querida, lembra que te pedi autorização para usar alguns de seus trabalhos num post? Pois vim buscá-los. Estou a necessitar de poesia! Vim buscar a sua. Como tenho que revisar um trabalho ainda hoje, é mais provável que vc encontre só amanhã (23.Ago) o post com os seus poemas em minha página, tá bem?
Obrigada! A perfeição deste breve poema já serenou meu coração..
Bjo&Carinho,
Jussara

Jussara Neves Rezende disse...

Helena, querida,
voltei para lhe dizer que não precisa agradecer nada. Quem precisa agradecer sou eu. Meus leitores amaram o post, ficaram gratos por conhecê-la. Vc viu o comentário que a Marly fez sobre este poetrix? Eu super considero os comentários dela, que cita Proust com a naturalidade de quem respira. E ela disse que o "Para que eu possa florir" beira a genialidade. Amei isso, pois foi o que eu também senti.
Obrigada pela doçura de sua poesia em cuja fonte outras muitas vezes virei beber.
Bjo&Carinho,
Jussara