.
.

Reflexos



.

13 comentários:

Gaivotadourada22 disse...

Intensos e cristalinos reflexos, tua sensibilidade é luz manifesta em cores! Mestra dos Poetrix!
Um beijo grandão!
Adoro você, minha Amiga do C!oração

✿ chica disse...

Cristais que a cada toque dão os sinais de pureza e qualidade!

Que lindo,Helena! um beijo,lindo dia!chica

mundo azul disse...

_____________________________

...cristais! Assim poderia definir os seus poetrix... Belos, brilhantes e delicados!


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

Leninha disse...

Helena querida,fortes e frágeis as emoções e os cristais,as sensações e as palavras e o brilho está no teu olhar que vê e revela a nós,pobres mortais,a magia de teus poemas,os segredos de teu pensar.
Bjssssss,Leninha

Anne Lieri disse...

Helena,tem razão,amiga!Nada como olho no olho...linda msg!Bjs,

Anne Lieri disse...

Helena,tem razão,amiga!Nada como olho no olho...linda msg!Bjs,

Ricardo Miñana disse...

Me gustan tus pensamientos.
Es un grato placer pasar a leerte,
que tengas un feliz fin de semana.
un abrazo.

manuela barroso disse...

Lindo!
É isso que se sente...reflexos, como se fossem cristais a palavras... que, ou insinuam, ou brilham.Ou são puras ou se escondem...mas não dos olhos. Não nos olhos!
E só podemos ter como resultado a pureza de alma.Beleza e grandeza de coração.Como o teu minha querida amiga!
Fantástico.
Bjiss1

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Palavras...
Cristais...
Sensações...
Helenas...

A minha é pureza e brilho, amada e amante...

...Diamante.

Amo você, poetinha! (Por isso, também)

Barba

Luh Ciecelski disse...

Teu blog é lindo... Nossa, vou passar sempre por aqui.
Deixou meu dia mais feliz!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

...E sendo cristais,
precisam ser cuidados,
para que
não se quebrem
pelos caminhos.

Vida plena em teus dias.

Leninha disse...

Helena querida e muito amada,parece que enquanto eu escrevia sobre seu amado Barba,você comentava no Dez Leis e só fui ver mais tarde.Engraçado,Helena,quando criei aquele blog,só queria postar poemas,crônicas e músicas que me fizessem vibrar,que tocassem fundo a minha alma e os meus sentimentos...então,um dia,achei o blog do Anderson Fabiano e fui,freneticamente,lendo as crônicas e me encantando com todas...(na época eu não sabia nada
de blogs,nem sabia que se comentava
após a leitura).Hoje fui até conferir pra ver se havia comentário meu e li o seu(lindo,por sinal).Não havia,realmente.
Mas esta conversa toda é prá te dizer que reli a crônica e me lembrei de tudo que senti na ocasião,as semelhanças de experiências de um menino de Cascadura com uma menina de várias
terras(Manhumirim,Pouso Alegre,Ponte Nova,Muriaé e,mais tarde,Rio de Janeiro(Catete).Decifrando:menina
ainda ouvia no rádio da sala Jerônimo,o herói do Sertão;O Anjo;
O Sombra e outros mais.
Também tínhamos em casa aquela
malfadada cama dobrável e no quarto
de meu irmão,flâmulas se enfileiravam nas paredes.
Bem,vou parar por aqui senão
escrevo aqui as minhas memórias,
e não convém,né?
Bjssssss para meus dois amigos de infância.
Com carinho,
Leninha

Leninha disse...

Helena querida,beijos para vocês e um fim de semana muuuuuuuito feliz,
Leninha